Tempo de Matar (1989)

BLOG A Time to Kill (Joel Schumacher, 1996) eng (2)BLOG A Time to Kill (Joel Schumacher, 1996) eng (3)

Um destemido advogado defende um negro, que matou o estuprador branco de sua filha, incitando uma revolta racial. Fala sobre a aceitação das diferenças.


Título Original: Time to Kill

Direção: Joel Schumacher

Roteiro: John Grisham

Prêmios e indicações: 7 Prêmios e 11 Indicações

Trailer: Áudio em inglês (sem legendas)

Avaliação: IMDB 7,4 |  Roger Ebert 3.0 /4.0 |  Rotten Tomatoes 67% | 85%


  Dentre os tantos filmes que abordam o tema do racismo, da segregação racial, lembrei particularmente desse, especificamente de uma de suas cenas finais – o encerramento do advogado de defesa.

Nesse, ele leva a audiência a visualizar a possível cena do espancamento e estupro de uma garotinha inocente e, ao concluir, pede que imaginem que essa garotinha é branca, deixando a todos atônitos com seus próprios sentimentos diante da percepção do quão fútil é o ódio em si.

E é disso que se trata: qual a relevância das diferenças étnicas, religiosas, ou da origem de uma pessoa em qualquer contexto? Todos somos produtos de nossas circunstâncias e opções. Por que investir tempo e energias no ódio ao invés do amor?

Ninguém nasce odiando o outro pela
cor de sua pele, ou por sua origem, ou
sua religião. Para odiar as pessoas
precisam aprender, e, se elas aprendem
a odiar, podem ser ensinadas a amar.
— NELSON MANDELA —

Namastê!


CRÍTICA: 50 Anos de Filmes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s